Logo Clean Energy for EU Islands Logo Comissão Europeia Logo No Plantet B Logo UA - Universidade do Algarve Logo Associação de Moradores da Ilha da Culatra Logo miB - Make it Better

Culatra 2030

Comunidade Energética Sustentável

A iniciativa “Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável” pretende criar uma comunidade piloto em energias renováveis na Ilha da Culatra, Ria Formosa, Algarve.

O objetivo principal desta iniciativa é o de posicionar a região do Algarve como centro de excelência em investigação e formação em energias renováveis, com vista à descarbonização da sua economia através da criação de pontes efetivas entre a comunidade local, a investigação no sector renovável e as empresas da região.

Como objetivos indiretos destacam-se a promoção da sustentabilidade ambiental, a adaptação da ilha às alterações climáticas e a contribuição para o aparecimento de projetos dinamizadores da economia circular.


Este site estará, tal como o projecto, em construção contínua. Será actualizado e melhorado de acordo com o material disponível e as ideias e sugestões dos intervenientes.




A Ilha da Culatra situa-se a sul das cidades de Faro e Olhão, na província do Algarve, inserindo-se numa zona lagunar que confronta a norte com a Ria Formosa e a sul com o Oceano Atlântico. Com aproximadamente 6 quilómetros de comprimento e 1,2 quilómetros de largura na sua extensão maior, é a mais distante das ilhas, excluindo a Ilha da Barreta (sem ocupação humana), sendo o acesso assegurado por barcos, que partem de Olhão e, na época balnear, também da cidade Faro.

A ilha da Culatra é constituída por três núcleos habitacionais: a Culatra, os Hangares e o Farol. Em termos de administração territorial está integrada no concelho de Faro, freguesia da Sé.

A vida na Ilha da Culatra melhorou significativamente nas duas últimas décadas com a introdução da rede elétrica pública e privada, bem como com o sistema de saneamento básico. No entanto, é essencial criar condições para que os seus moradores possam não só continuar nas suas atividades económicas tradicionais, preservando a sua identidade e valores culturais, como também procurar novas atividades económicas compatíveis com a utilização racional dos recursos naturais.

A ilha da Culatra é o local ideal para testar um novo modelo económico que funcione em circuito fechado, minimizando consumos de materiais e perdas de energia. Uma verdadeira “Economia Circular” que permita a sustentabilidade ambiental da ilha e a iminente necessidade de adaptação às alterações climáticas. A ideia do projeto piloto aqui proposta é a de criar uma estrutura física na Ilha, de raiz, ou aproveitando uma estrutura existente, que permita agregar diferentes conceitos de energias renováveis, adaptáveis às atividades económicas da sua população, ou seja, transformar a ilha da Culatra numa comunidade energética sustentável, de acordo com o conceito “renewable energy community”.

As edificações de uma “renewable energy community” deverão ser energeticamente eficientes e ter consumos mínimos de energia (near-zero or zero-energy homes, ZEHs). A comunidade deverá produzir energia por fontes exclusivamente renováveis, privilegiar a mobilidade elétrica ou biocombustíveis e possuir hábitos e práticas de vida sustentáveis. Esta forma integrada de abordagem, de pensar e de agir coletivamente, partindo do todo para as partes, de interligação entre a componente habitacional e de mobilidade, pretende gerar soluções economicamente melhores do que as da perspetiva individual.

Acredita-se que estas comunidades energéticas podem desempenhar um papel relevante na geração de eletricidade de forma descentralizada. Um sistema descentralizado de produção de eletricidade que apenas pretende dar resposta ao consumo para o qual foi dimensionado. Um sistema descentralizado de geração de eletricidade deverá ser estruturado de forma que possa ter um grau de autonomia relativamente ao sistema centralizado, apesar de manter a sua ligação a este último.

A iniciativa “Culatra 2030” desenvolver-se-á de forma faseada e contemplará as seguintes ações:

Receba as novidades mais recentes do Projecto por email

* Essencial

Cumprimos integralmente o RGPD.
Qualquer dúvida, por favor contacte-nos

We fallow GDPR. Please contact us if you need